Resenha: Trilogia Sem limites = Paixão sem limites/ Tentação sem limites/ Amor sem limites. Bônus = Rush sem limites – Abbi Glines.

20160124_002605

Média: Nota3♥♥♥

Comecei a leitura por indicação da minha irmã Jéssica, parceira de sempre, e li os quatro livros da série em sete dias. Os livros são de fácil leitura e cerca de duzentas páginas cada um.

Resenha: Paixão sem limites = Nota3.

Blaire Wynn, uma garota que acaba de perder a mãe que ajudava a lutar contra o câncer há três anos e dois anos antes perdeu a irmã gêmea em um acidente de carro no qual seu pai dirigia e depois disso ele fugiu para viver com outra família, agora que teve que vender a casa e os móveis que herdou da avó para pagar o tratamento da mãe, tem que pedir ajuda ao pai que não vê há cinco anos. Quando chega a casa dele, descobre que ele está em viagem com a esposa e seu irmão postiço, Rush Finlay, cinco anos mais velho e filho de sua madrasta, não a suporta, assim como toda a família nova. Nan, filha de Georgiana a detesta e ela não entende por quê. O único que a trata bem é Grant, irmão de consideração de Rush. Ela se hospeda na casa e aos poucos, Rush e ela se apaixonam e ficam juntos. Porém, ela descobre o segredo e foge da cidade. Seu mundo rui a partir do momento que descobre que sua vida é uma mentira e que não pode confiar em ninguém, embora esteja apaixonada por Rush, tudo que ela vê quando o olha é a traição e mentiras do passado. O livro parece juvenil e bobo, um romance erótico, mas as histórias surpreendentes vão além dos momentos picantes entre os protagonistas. Encontrei erros de português e falas bem clichês de Rush para Blaire nos momentos picantes, mas ainda sim, a história é boa. Leitura rápida, livro pequeno. A capa soa juvenil, linguagem coloquial. História manjada da menina pobre inocente que se apaixona pelo cara rico, lindo e sensual, que é galinha, mas por ela, ela se transforma. Apaixona-se e torna-se obsessivo e existe um quê de machismo, pois ele trata todas as outras mulheres como um nada e só a protagonista é um ser especial e diferente, embora ela não seja, pois ela é bem fácil para ele também. Ele do tipo mandão e usa termos como “gata”. Contraditório, lembra Belo Desastre. Bom que é em primeira pessoa e o que prende o leitor é o segredo, o qual você quer continuar lendo para descobrir. 

Resenha: Tentação sem limites = Nota3. (Se não leu o primeiro volume, não continue).

Blaire volta para sua cidade natal, onde só lhe restou Cain, namorado da adolescência, mas que após trai-la, acabam sendo apenas amigos e a avó dele que a estima muito à deixa morar em sua casa. Ela se descobre grávida de Rush e após a vinda de Beth para uma visita, sua amiga da cidade de Rush, que trabalhava com ela no centro de golfe, e a briga entre Cain e Rush por causa dela, ela decide voltar à cidade e acaba se acertando com Rush, embora toda a família seja contra e ele acaba rompendo com todos. No fim do livro, Nan sofre um acidente de carro e Rush parte para o hospital deixando Blaire sozinha. Quando ele retorna, mais um segredo é revelado sobre o pai de Blaire e a história quando uma nova perspectiva.

Resenha: Amor sem limites = Nota2.

Continuação da trilogia Sem limites, último livro, mostra o desfecho da história. Rush e Blaire estão juntos. Após Nan tomar conhecimento de sua origem, Dean, pai de Rush vai até a casa dele e pede que ele e Blaire devam ir morar com ele por um tempo para ajudar a resolver a situação. Eles conhecem Harlow, odiada por Nan e um doce de menina. Ela e Grant se atraem, mas é impossível ficarem juntos já que ele e Nan têm um passado juntos. Um ponto bom do livro são os personagens secundários, como Beth e Jace. Dá vontade de conhecê-los mais. Após uma tentativa de suicídio de Nan, Rush concorda em interná-la. Blaire se sente preterida mais uma vez, pois em um sangramento e corrida ao médico, Rush não está com ela e ela decide ir morar com o pai no barco dele e descobre mais um segredo, só que dessa vez, isso traz conforto ao seu coração. Rush parte atrás dela e eles finalmente ficam juntos e se casam com todos os envolvidos na trama presentes, menos Nan e Georgiana. Mostra o nascimento de Nate, filhos deles e uma parte do envolvimento de Woods e Della. Ele é mais romance do que erotismo, mas acho que o segundo livro foi o melhor, o que mais me envolveu. O terceiro parece morno, sem suspense e quase uma enrolação. A história perdeu o fôlego e se torna cansativo e eu me vi sem paciência, empurrando a leitura.

Meus apontamentos: O lado de Rush sendo super protetor me assusta. Blaire que era totalmente corajosa, independente e guerreira, vira uma sombra de Rush, perde um pouco a sua identidade, sendo frágil e precisa dele pra tudo, a história desmerece um pouco ela. Eu queria terminar logo, pois quando leio um livro mediano fico com a sensação que poderia estar lendo algo melhor. A história de ter que vir em primeiro lugar na vida da pessoa me soa tão egoísta e surreal, isso me incomodou um bocado. Ao meu ver, Nan e Blaire querem chamar a atenção de Rush e ele fica no meio da disputa, soando como coitado na história.

Resenha: Rush sem limites = Nota3.

Conta à história do primeiro livro até a descoberta de Blaire sobre o primeiro segredo do ponto de vista de Rush. Seus motivos, sentimentos e pensamentos adicionando algumas conversas novas, mas a história se mantem a mesma.

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha: Trilogia Sem limites = Paixão sem limites/ Tentação sem limites/ Amor sem limites. Bônus = Rush sem limites – Abbi Glines.

  1. Pingback: TAG: #Trilogias. – umapaixaochamadalivrosblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s