Resenha de Livros: A garota que eu quero – Markus Zusak.

20160919_201930

Intrínseca – 2013 – Romance australiano – 175 páginas – Nota 3♥♥♥.

Bom dia, leitores!

Hoje trago mais uma resenha para vocês. Admiro o trabalho do autor desde que li A menina que roubava livros, que se tornou um dos meus preferidos da vida e fiquei curiosa quando vi este entre os pertences da minha irmã. Embora ela não tenha gostado muito da leitura, quis arriscar e ler assim mesmo, porque contando com poucas páginas e letras médias, sabia que a leitura seria rápida. Curioso que a data da publicação fora do país foi 2001 e somente em 2013 foi lançado por aqui. O que me faz pensar que todo autor leva um período para ficar em sua melhor escrita e através da prática vai se superando até o conteúdo ficar formidável. Consegui ler rapidinho porque a narrativa é suave, gostosa e envolvente. Não tem muito mistério. Você simpatiza com o protagonista logo de cara e fica aquele sentimento de querer cuidar e de protegê-lo, sabe? Cameron me conquistou pela sua doçura. O enredo é bem simples e não precisa de reflexão. O que eu não gostei é que provavelmente por ser um livro muito curto, os personagens secundários não tem profundidade e não consegui conhecê-los o suficiente para gostar ou desgostar. Em determinados momentos, o livro me lembrou outro livro, “Eleanor & Park” e seu estilo geek, porém o livro de Markus é muito mais sobre a relação dos três irmãos do que o primeiro amor por Octavia. Acredito que o livro seja importante para o público adolescente, cheio de incertezas e medos, mostrando que todas as pessoas têm o seu valor e todos somos iguais. Diferentemente da minha irmã, gostei do livro e acho que valeu a pena a leitura.

Sinopse oficial: O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher. Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.

Beijos e até Sexta-feira.

Anúncios