Seriados: Minissérie: Justiça – Drama (Completo).

Bom dia, lindos!

Semana começando e hoje vou falar sobre minhas impressões após o término da minissérie Justiça da Rede Globo de Televisão que eu acompanhei quase integralmente. Foram cinco episódios de cada história e na primeira semana eu já havia feito um post sobre as minhas primeiras impressões Seriados: Minissérie: Justiça – Drama (Primeira semana).. Hoje quero falar mais sobre o desfecho de cada uma.

Segunda-feira: Elisa e Vicente – Após a desistência de Elisa em matar Vicente quando ele sai da cadeia e a aproximação de ambos dentro da faculdade e depois fora dela, chegando a uma estranha amizade, até que se envolvem fisicamente, tendo uma noite de sexo casual, eles se vêem perdidos em seus sentimentos e Vicente acaba morrendo em um acidente de trânsito ao lado de Elisa que congela na indecisão de pedir socorro, ainda que fosse inútil. Pelo que acompanhei, o sentimento que Vicente nutria por Elisa era culpa e remorso, uma vontade de se redimir e agradar a qualquer custo. Já Elisa sentia um ódio tão profundo que virou obsessão e foi confundido com paixão e desejo. Concluí de duas formas o que o autor quis mostrar. A primeira é que a vingança não resolve, mas ameniza a dor. Tanto que Elisa conseguiu seguir adiante depois da morte do rapaz. E que o destino foi eficiente, sem que ela precisasse fazer nada. As frases “aqui se faz, aqui se paga” e “a gente colhe o que planta” caberia aqui. Quase como se dizendo que não precisamos fazer nada que a vida se encarrega de tudo. Porém, acima disso, ficou pra mim a questão de que “olho por olho e o mundo ficará cego”, devido ao fato de que se pararmos para pensar todo mundo tem motivos para se vingar de alguém e que isso geraria uma bola de neve, um looping eterno, pois se alguém te prejudicar, você se vingar e não se importar em quem respingue a maldade (e ela sempre respinga em quem não tem culpa), essa pessoa também quererá se vingar de você, como o caso da Regina. Regina perdeu o marido e o pai de sua filha e pode achar-se no direito de vingar-se de Elisa. Porque não existe só um lado. Assim, toda vingança seria válida. A dor de uma pessoa não pode valer mais que a dor de outra. E daí fica a questão se este é o mundo que queremos.

4

Terça-feira:  Fátima e Douglas – Após a prisão injusta de Fátima por culpa de Douglas que plantou drogas no quintal da vizinha e denunciou pelo fato dela ter matado seu cachorro para proteger o filho que estava sendo atacado, Fátima decide refazer a sua vida, cozinhando e vendendo seus alimentos na rua, reencontrando os dois filhos e trazendo-os para morar com ela, a filha que estava trabalhando como garota de programa para a ex-mulher de Douglas e o filho era menor morador de rua, consegue concretizar seus planos, encontrar um homem que a ama e a pede em casamento e ainda fazer de seu quintal um restaurante com música ao vivo. Essa história me mostrou que todos nós somos passíveis de erros e que o perdão é o maior triunfo da vida. Quem é bom, colhe boas coisas, mesmo após muita desgraça (sim, isso mesmo, porque Fátima teve uma vida muito triste e sofrida) e que uma segunda chance faz bem a ambos. Pois foi pelo fato dela ter perdoado Douglas que ele pode salvá-la de guardas corruptos e assassinos. Douglas foi um vilão engraçado, coitado e arrependido que eu também não consegui odiar. Mas eu não fiquei sete anos presa por causa dele. Fátima, pra mim, foi a personagem mais iluminada do seriado. Que merece o melhor desse mundo.

2

Quinta-feira: Rose e Débora – Após Rose ser presa por tráfico de drogas injustamente e ser vítima de preconceito racial, ela sai da cadeia e recomeça sua vida, trabalhando no quiosque de praia de Celso, se envolvendo com ele e engravidando e morando com Débora, sua amiga desde a infância que nunca antes havia feito nada para ajudar a amiga desde sua prisão. Débora adora crianças, é professora e pretende adotar junto com Marcelo, seu namorido. Porém ela precisa antes resolver o caso mais cruel e trágico possível na vida de uma mulher, ela foi vítima de estupro e o estuprador está solto e continua fazendo novas vítimas. A polícia não o prende, como acontece mesmo na vida real, e ela decide fazer justiça. Porém, na hora da raiva ao ser insultada pelo criminoso, ela o mata com uma barra de ferro e precisa fugir. A sensação que tive é que para o autor a vingança não deveria ser feita, pois Débora arruína seu emprego, seu casamento e seus laços com a mãe e amigos como conseqüência de seu ato. O que me incomodou bastante foi que Rose, a protagonista, não teve destaque algum no seriado depois de sair em liberdade. Ficou como coadjuvante da história de Débora e não entendi o motivo da mistura de histórias. 

3

Sexta-feira: Maurício e Antenor: Maurício foi preso após praticar a eutanásia em sua esposa a pedido dela depois que ela fica tetraplégica devido a um acidente de carro, quando ela atravessava na faixa de pedestres e um carro em alta velocidade e fazendo ultrapassagem proibida e no qual o motorista, Antenor, se recusou a prestar socorro, fugindo. Após os sete anos preso, Maurício planeja sua vingança contra Antenor, que além de ter roubado o sócio, pai de Vicente, enriquecer ilegalmente, não ser preso pelo atropelamento, atualmente é candidato a prefeito da cidade e fazendo todas as falcatruas possíveis como suborno, lavagem de dinheiro, caixa dois e como se não fosse suficiente, usa a esposa e o filho de “laranjas”, trai e agredi fisicamente a mulher, que cansada das humilhações começa um caso amoroso com Maurício, que consegue convencê-la a denunciar o marido e assim o faz. Antenor é preso após uma briga com a esposa, que escorrega e cai da varanda do hotel onde estava escondida, mas a polícia acredita que ele a tenha matado. Mauricio ainda sofre uma tentativa de homicídio, porém sobrevive e parte para outra cidade após sua vingança concluída. Gostei porque a justiça foi feita, ainda que Vânia tenha pagado o preço por isso. Vânia foi uma personagem que eu consegui odiar e sentir compaixão ao mesmo tempo. Ela tinha ciência de tudo e era conivente, esbanjando o dinheiro ilícito consigo mesma, mas era totalmente infeliz e seu conforto era a bebida. Celso foi um grande parceiro de Mauricio e adorei o desfecho dele, dando uma carona para Débora na estrada, os dois vingados, mas perdidos em seus rumos e futuro.  

1

É isso. E vocês, o que acharam? Deixem suas impressões também. Beijos e até Quarta-feira 🙂

Anúncios

7 comentários sobre “Seriados: Minissérie: Justiça – Drama (Completo).

  1. Adorei o post. Também acompanhei a série e concordo com tudo o que disse. Fátima com certeza foi a melhor personagem e também a melhor história. Não gostei do “relacionamente” da Elisa e do Vicente, achei muito estranho, mas depois de ler seu post consigo entender um pouco. E sim, queria ter visto mais da Rose, ela fico muito apagada depois que saiu da prisão. /may

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Séries |10 motivos para assistir “Justiça” – A Bookaholic Girl

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s