Resenha de Livros: A guardiã de histórias – Victoria Schwab.

20161121_205241

Bertrand Brasil – 2016 – Ficção americana – 320 páginas – Nota 4♥♥♥♥.

Bom dia, leitores.

Trago a resenha deste livro hoje, que eu li graças a mais um empréstimo da minha mana Jé ❤ e que eu esperava muito pouco dele devido ao fato de nunca ter ouvido falar ou lido sobre a autora, tampouco sobre o livro. A capa é bonita e aveludada, os espaçamentos são pequenos, com letras médias, escrito em primeira pessoa pela versão da protagonista, uma jovem de dezesseis anos, misturando o presente com poucos trechos do passado. Escrita coloquial e rápida, mas nem tanto.

Começo avisando que eu demorei um pouco para começar a entender o livro/ a história. Assim como os termos utilizados, como Estreitos, Exterior, História, Guardião, Bibliotecário, Arquivo, Equipe, chave, porta, mortos, fechadura, anel e como todos esses elementos funcionavam e interagiam entre si. Cheguei a pensar em desistir da leitura, mas ainda bem que não o fiz. As aventuras, fantasias e acontecimentos começaram a me despertar a curiosidade de continuar. Ele não perde o fôlego e existem muitas surpresas e mistérios pelo caminho. Possuí vários elementos que transformam o livro em bom, como, um drama familiar, uma perda irreparável, um pouco de romance, suspense e um final que não sabia o que esperar, mentiras, aventura e sentimentos como lealdade e bondade além de uma forma de fantasia inovadora. Os personagens secundários são ótimos, com um toque de humor. Escrevo logo que não gostei de Owen e mantive meu pé atrás com ele chegando a ficar irritada nos momentos em que ele estava com Mac e amei o Wesley o tempo inteiro, sendo meu personagem queridinho. A história torna-se envolvente e intrigante até o final do livro.

Mac precisa honrar seu trabalho, que foi passado pelo avô já falecido, descobrir sobre fatos estranhos em seu novo lar, que se trata de um hotel mal assombrado, investigar quem está contra os Guardiões e cometendo traição, além de não se deixar envolver por nenhum rapaz, até porque qualquer ínfimo toque para ela é insuportável e ela morreria de dor física. Ainda tem o fato de que o relacionamento dela com qualquer pessoa precisa ser superficial e sem profundidade, pois não podendo contar para ninguém que é uma guardiã, ela vive omitindo e mentindo para todos, inclusive os seus pais que ainda se recuperam da perda de Ben – irmão dela. Só após o final da leitura descobri que o livro compõe uma série, ele é o primeiro “The Archived #1” do total de três. O final foi previsível e eu gostei, porém ainda não sei se terei interesse em ler o próximo. Mac pareceu por vezes um pouco ingênua e atrapalhada. Ainda sim, eu recomendo.

Sinopse oficial: Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.

Beijos e até logo.

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha de Livros: A guardiã de histórias – Victoria Schwab.

  1. Pingback: Novembro/2016: Resumo do mês = Livros lidos, comprados e a tentativa de leitura múltipla. – umapaixaochamadalivrosblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s