Livro A sutil arte de ligar o foda-se – Mark Manson.

Boa noite leitores,

Quis ler devido aos comentários positivos dele, despretensiosamente, não sendo um #generoliterario ao qual estou acostumada, mas acho imprescindível não termos preconceito e me surpreendi.

Como é característico do formato, é um #livro fácil e prático.

Minha primeira #leitura de um autor no ano.

Algumas ideias boas e sacadas originais, mas que parecem bem pessoais, podendo o #leitor concordar ou não com os pensamentos apresentados.

Cheguei a achar surpreendente porque o título induz à conclusão de que não devemos nos importar com nada, porém longe disso, apenas aborda uma consciência de como levar uma vida melhor e mais leve.

#asutilartedeligarofodase #markmanson #intrinseca #2017 #autoajuda #notatres #dicadelivro #leitora #metadeleitura #bookaholic

Beijos e até a próxima 📚.

Anúncios

Livro O que o sol faz com as flores – Rupi Kaur.

Boa noite leitores,

Este foi meu terceiro livro do ano, terminei de ler no dia 09, mas acabei me esquecendo de postar.

Segundo #livro da autora e mais uma vez eu agradeço a #leitura.

Com lindos desenhos a mão, torna a obra ainda melhor.

Temas importantes como #empoderamentofeminino, #amor, perda, trauma, cura, feminilidade, migração e revolução, é bem provável que toda #leitora se identifique com a escrita.

Dividido entre os capítulos Murchar, Cair, Enraizar, Crescer e Florescer, vemos uma narrativa fechando o ciclo da vida.

#oqueosolfazcomasflores #rupikaur #planeta #2018 #poesia #notaquatro #literaturaestrangeira #dicadelivro #recomendo #lancamento

Beijos e até a próxima 📚.

Livro Meio Sol amarelo – Chimamanda Ngozi Adichie.

Boa tarde leitores,

Com esta capa maravilhosa, de uma autora que eu sou muito fã, apresento minha segunda #leitura do ano.

Um livro denso, de 500 páginas que mistura #ficcao com fatos históricos do país, a tentativa de criar uma nova nação contra o colonialismo europeu e a submissão aos Estados Unidos, fez com que a Nigéria fosse dividida, surgindo a Biafra, no final dos anos 60.

Demorei para me envolver com a narrativa e com os personagens. Sendo divididos em três pontos de vista, em primeira pessoa. Talvez o fato de ter lido #hibiscoroxo ano passado e ele ter se tornado um #favorito de tão incrível, eu esperava me encantar mais.

O que contribuiu para isso também foi o fato dos dois personagens que eu mais gostei, e protagonistas, Olanna e Ugwu, serem tão carismáticos, mas cada um cometendo um erro terrível (em um dos casos, sendo crime, inclusive), me distanciou um pouco. Mesmo sabendo que guerras trazem atitudes extremas, fiquei decepcionada.

E só me faz ter a mesma certeza, que toda guerra é cruel, desumana e torna a todos piores.

#meiosolamarelo #chimamandangoziadichie #companhiadasletras #2008 #ficcaonigeriana #notaquatro #book #metadeleitura #leitoracompulsiva #literaturaestrangeira #livroseleitura #dicadelivro

Filha de uma família rica e importante da Nigéria, Olanna rejeita participar do jogo do poder que seu pai lhe reservara em Lagos. Parte, então, para Nsukka, a fim de lecionar na universidade local e viver perto do amante, o revolucionário nacionalista Odenigbo. Sua irmã Kainene de certo modo encampa seu destino. Com seu jeito altivo e pragmático, ela circula pela alta roda flertando com militares e fechando contratos milionários. Gêmeas não idênticas, elas representam os dois lados de uma nação dividida, mas presa a indissolúveis laços germanos – condição que explode na sangrenta guerra que se segue à tentativa de secessão e criação do estado independente de Biafra.

Contado por meio de três pontos de vista – além do de Olanna, a narrativa concentra-se nas perspectivas do namorado de Kainene, o jornalista britânico Richard Churchill, e de Ugwu, um garoto que trabalha como criado de Odenigbo.

Beijos e até a próxima 📚.

Livro: Em busca de abrigo – Jojo Moyes.

Boa tarde e Feliz ano novo!

Começando os trabalhos, o primeiro #livro do ano é um romance, porque saio lendo qualquer coisa dessa autora.
Empréstimo da biblioteca municipal, lançado recentemente, mas esta foi a primeira obra dela. E eu gostei bastante, ainda que não seja minha #leitura favorita.
Jojo tem uma característica comum de suas histórias serem profundas, mas de inícios lentos, então demorei para me apegar a história.
Outra característica é a narrativa de mulheres fortes e singulares.

Nesta temos Joy, Kate e Sabine, respectivamente avó, mãe e filha, como protagonistas, sendo Kate minha personagem preferida. Personagens secundários bastante interessantes ajudam na fluidez da narrativa.
Conhecemos a vida dessas personagens, seus passados e presentes, suas angústias e traumas, mas o elemento principal é a difícil relação entre as três.
E o que fica claro é entender o que levou cada uma às suas próprias escolhas.

Bem característico da autora. Este foi meu oitavo livro dela e #recomendo.

Personagem queridinho: Thom.

#embuscadeabrigo #jojomoyes #intrinseca #2017 #romanceingles #notaquatro #book #literaturaestrangeira #dicadelivros #leitora #metadeleitura

Beijos e até a próxima 📚.