Livro: Kindred – Laços de sangue – Octávia Butler.

LEIAM!
Boa noite leitores,
Quando o #livro é tão incrível, fica difícil falar sobre. Li em #ebook, ele estava na minha lista e este mês foi a obra escolhida em um #grupodeleitura do qual participo, com meu voto incluso. Daquele tipo que você se envolve tanto e a narrativa é tão fluída que você se esquece do mundo. Você mergulha na história que é difícil voltar para a realidade. Dana me conquistou, me emocionou e eu acompanhei sua trajetória torcendo pelo seu final feliz. O tema é importantíssimo e traz novas reflexões. Quando leio sobre o período escravocrata, busco autores e histórias do ponto de vista dos afetados por ela. Fujo da narrativa branca. É impossível não se revoltar com esse período de sangue, dor, morte e injustiça. E que reverbera ainda em 2020. Provavelmente farei um vídeo sobre esse e outros livros similares.
Quem me acompanha, sabe que o gênero de #ficcaocientifica não é dos que mais leio, mas normalmente, gosto bastante. Um elo que se sustenta entre dois personagens de épocas, costumes, lados, caráter e visão de mundo tão diferentes. O amor e o ódio, lado a lado. E não se trata de um casal romântico, o que é melhor.

Em seu vigésimo sexto aniversário, Dana e seu marido estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça. Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda. Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida… até acontecer de novo. E de novo. Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado.

#kindred #lacosdesangue #octaviabutler #morrobranco #2017 #literaturaamericana #notacinco #favorito #leitora #lendo #scifi #dicadelivros #leiaautoresnegros #leiamulheres

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: O céu é de verdade – Todd Burpo.

Boa noite leitores,
Li este #livro em #ebook por indicação de um grupo de #leitura. Esperava me emocionar e ser cativada pela história, mas não aconteceu. Uma história bonita e surpreendente, porém me pareceu mais tendenciosa do que real e possível. Pode ser que por se tratar de um livro curto, o desenvolvimento foi acelerado e forçado. Gostei, porém como obra de ficção. A forma como o autor conduz o filho e a narrativa soa como uma tentativa de conquistas diversas para a própria família.

Este livro conta a história real de Colton, um menino que, aos quatro anos, quando passava por uma cirurgia, diz ter vivido uma experiência inusitada – segundo ele, seu espírito foi transportado ao céu, onde viu diversas coisas extraordinárias. O garoto também relata ter assistido aos procedimentos médicos e viu o pai orando na sala de espera. No primeiro momento, a família agiu com incredulidade diante do relato, mas logo as evidências de que o menino falava a verdade se tornaram claras – Colton conheceu a irmã que fora abortada, segredo guardado a sete chaves pela família. Neste livro — que inspirou o filme homônimo, estrelado por Greg Kinnear e Kelly Reilly — você será desafiado a sair da incredulidade que chegou a rondar até mesmo a mente dos pais de Colton. O céu é de verdade convida o leitor a se entregar às evidências claras de uma realidade além dos olhos, e que renovam a esperança na eternidade com Deus.

#oceuedeverdade #toddburpo #thomasnelsonbrasil #2014 #biografia #notaquatro #espiritualidade #leitora #lendo #literatura #livrolido

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Mulheres que correm com os lobos – Clarissa Pinkola Estés.

Boa tarde leitores.
Essa #leitura foi realizada em #ebook e confesso que talvez não estivesse pronta pra ela. Tive dificuldade em me conectar, levei quase três meses pra ler, de forma arrastada e considerei a narrativa cansativa e repetitiva. Quero, no futuro, ler novamente. Percebi que os inícios dos capítulos eram promissores, mas muito longos. Algumas lendas interessantes, outras fúteis.

“Portanto, o termo  selvagem  neste contexto não é usado em seu atual sentido pejorativo de algo fora de controle, mas em seu sentido original, de viver uma vida natural, uma vida em que a criatura tenha uma integridade inata e limites saudáveis. Essas palavras,  mulher  e  selvagem, fazem com que as mulheres se lembrem de quem são e do  que representam. Elas criam uma imagem para descrever a força que sustenta todas as fêmeas. Elas encarnam uma força sem a qual as mulheres não podem viver.”

Sensações de vazio, fadiga, medo, depressão, fragilidade, bloqueio e falta de criatividade são sintomas cada vez mais frequentes entre as mulheres modernas, exaustas com o acúmulo de funções na família e na vida profissional. Esse problema, no entanto, não é recente, acredita a psicóloga junguiana Clarissa Pinkola Estés. Ele veio junto com o desenvolvimento de uma cultura que transformou a mulher numa espécie de animal doméstico. Através da interpretação de 19 lendas e histórias antigas, entre elas as de Barba-Azul, Patinho Feio, Sapatinhos Vermelhos e La Llorona, a autora identifica o arquétipo da Mulher Selvagem ou a essência da alma feminina, sua psique instintiva mais profunda. E propõe o resgate desse passado longínquo, como forma de atingir a verdadeira libertação. Técnicas da psicologia junguiana e algumas formas de expressão artísticas ligadas ao corpo podem ajudar na tarefa, mas a compreensão da natureza dessa mulher selvagem, com todas as características de uma loba, é uma prática para ser exercida ao longo de toda a vida.

#mulheresquecorremcomoslobos #clarissapinkolaestes #rocco #1999 #psicologia #notatres #lendo #literatura #leitora #livros

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: O diário de Myriam – Myriam Rawick.

Boa noite leitores,
Lido em #ebook, um #livro precioso, com prefácio, posfácio e fotografia exemplar, provavelmente farei vídeo dessa #leitura. Uma guerra que acontece nos dias atuais através da percepção de uma criança (talvez seja meu gênero preferido, apesar de não ter nome) e que demonstra toda a coragem, resiliência e superação de uma população. Impossível não se emocionar com a história e não se indignar com a ganância por poder do homem. Além do aprendizado que me trouxe, traçando todos os países e forças envolvidas, assim como seus interesses próprios. #Recomendo.

Diário de Myriam é um registro comovente e verdadeiro sobre a Guerra Civil Síria. Escrito em colaboração com o jornalista francês Philippe Lobjois, que trabalhou ao lado de Myriam para enriquecer as memórias que ela coletou em seu diário, o livro descortina o cotidiano de uma comunidade de minoria cristã que sofre com o conflito através dos olhos de uma menina. A perspectiva de uma menina que teve sua infância roubada ao crescer rodeada pelo sofrimento provocado pela Guerra quando ela tinha seis anos. Ela começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe, que propôs que ela contasse tudo aquilo que viveu para, um dia, poder se lembrar de tudo o que aconteceu. Escrito entre novembro de 2011 a dezembro de 2016, o diário alterna entre as doces memórias do passado na cidade de Alepo e os dias carregados de incertezas e dolorido. E é com a sensibilidade de uma autêntica contadora de histórias que ela narra a preocupação crescente de seus pais com as manifestações contra a repressão, o sequestro de seu primo pelo governo, as notícias na televisão, as pinturas revolucionárias nos muros da escola e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia.

#odiariodemyriam #myriamrawick #darksidebooks #2018 #biografia #notacinco #favorito #dicasdelivros #leitora #lendo #naoficcao #literatura

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Livre de ansiedade – Robert L. Leahy.

Boa tarde leitores,
Este #livro foi lido em #ebookgratis e o assunto me interessou bastante.
De forma simples e detalhada, o autor aborda os transtornos de ansiedade existentes. E aponta caminhos para lidar com eles de maneira saudável. É importante entender que a ansiedade é um sentimento comum, que estará presente em nossas vidas, mas que em algumas pessoas e em alguns momentos, o limite do considerado normal é ultrapassado e impede a pessoa de muitas maneiras. Os últimos capítulos são específicos, apresentando Fobia específica, transtorno do pânico, transtorno obsessivo compulsivo (TOC, que eu tenho, portanto foi importante a #leitura), transtorno de ansiedade social (TAS), transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e transtorno de ansiedade generalizada (TAG). O livro causa um certo choque, pois muitas vezes minimizamos seus sintomas e efeitos. E ele demonstra de maneira clara se quem está lendo tem o transtorno, suas características e as possibilidades de tratamento e ajuda. Inclusive, acredito já ter tido TEPT e não sabia. O tipo de obra que é aconselhável ler aos poucos.

Esta obra investiga as origens da ansiedade e ensina como levar uma vida menos estressante. Utilizando os métodos propostos pelo autor, baseados em tratamentos psicológicos disponíveis, pode-se conquistar uma vida livre de apreensão, tensão e evitação relacionadas à ansiedade.

#livredeansiedade #robertleahy #artmed #2011 #psicologia #notaquatro #naoficcao #recomendo #dicasdelivros #leitora #lendo.

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: A guerra que salvou a minha vida – Kimberly Bradley.

Boa noite leitores,
Muito satisfeita em escrever sobre esse #livro porque foi o melhor que li este ano. #Leitura em #ebook bastante rápida. Do tipo em que você até consegue parar de ler, mas não quer. Ouvi ótimos comentários sobre, mas não sabia do que se tratava. E me surpreendeu o título. Como seria possível? E é. Comovente e forte. E lerei o segundo volume.
A #historia acontece durante a segunda guerra mundial, na Inglaterra. Dois irmãos, Ada e James, 10 e 07 anos que fogem para um lugar seguro, em dois sentidos. Dos bombardeios e da própria mãe. Carrasca e cruel. Susan, que os adota contra a própria vontade, lhes ensina a viver. Com cuidado, carinho e proteção. Um pônei e um gato ajudam a tornar a narrativa ainda mais bonita. Ada aprende que sua deficiência física não a impede de realizar seus desejos. James aprende que é possível viver sem medo. O mundo é bom. Os diálogos e principalmente, tudo aquilo que não é dito, mas sentido, trazem fluidez e profundidade. Indico sem pensar duas vezes. Mostrar a guerra através do olhar infantil sempre me emociona.

Ada nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor. Muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.

#aguerraquesalvouaminhavida
#kimberlybrubakerbradley #darksidebooks #2017 #romanceingles #notacinco #favorito #leitora #lendo #drama #infantojuvenil #literaturaestrangeira

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Finanças para autônomos – Eduardo Amuri.

Boa noite leitores,
Essa foi minha primeira #leitura no meu #kindle. Sim, finalmente comprei, pois não aguentava mais ler meus #ebookgratis no celular. Estou amando a experiência .
Este #livro disponibilizado na Amazon me pareceu interessante porque sempre gostei de controlar minhas finanças pessoais e porque trabalho na área financeira. Gostei de ler, ele tem alguns métodos e dicas muito simples e boas. Principalmente para as pessoas autônomas que enfrentam dificuldades em separar a vida pessoal e profissional.

Autônomos, freelancers, profissionais liberais… Não importa o nome, todos eles precisam lidar diariamente com uma série de questões que só angustiam aqueles que trabalham por conta própria. Qual a melhor forma de organizar as finanças? Como separar a vida financeira pessoal da profissional? O que é fluxo de caixa? Como estabelecer o preço pelo produto ou serviço oferecido? O que fazer nos meses ruins, de baixa demanda? Como tirar férias sem prejudicar o orçamento? E como se preparar para a aposentadoria.

#financasparaautonomos #eduardoamuri #benvira #2018 #financas #notaquatro #naoficcao #leitora #lendo #dicadelivros #livrosnacionais #economia #dinheiro #planejamento

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Pequenos incêndios por toda parte – Celeste Ng.

Boa noite leitores,
Este #livro li em e-book, era um desejado graças aos comentários que tinha visto e por ter sido adaptado para série, que pretendo assistir. Confesso que a primeira metade do livro achei arrastada, mas a outra metade era impossível parar de ler. Gostei da proposta de história, diferente e importante. Vi como uma crítica à elite e uma discussão as desigualdades sociais. Torna-se muito fácil gostar da personagem que encarei como protagonista, Mia. E nos faz refletir sobre o que realmente importa. Conforme vamos conhecendo as duas famílias e descobrindo seus segredos, percebemos como é vazia a superficialidade e as aparências. Repensar sobre a injustiça social, sobre o papel da benevolência em forma de caridade e sobre esteriótipos e preconceitos.

Um encontro entre duas famílias completamente diferentes vai afetar a vida de todos. Em Shaker Heights tudo é planejado: da localização das escolas à cor usada na pintura das casas. E ninguém se identifica mais com esse espírito organizado do que Elena Richardson. Mia Warren, uma artista solteira e enigmática, chega nessa bolha idílica com a filha adolescente e aluga uma casa que pertence aos Richardson. Em pouco tempo, as duas se tornam mais do que meras inquilinas: todos os quatro filhos da família Richardson se encantam com as novas moradoras de Shaker. Porém, Mia carrega um passado misterioso e um desprezo pelo status quo que ameaça desestruturar uma comunidade tão cuidadosamente ordenada.

#pequenosincendiosportodaparte
#celesteng #intrinseca #2018 #literaturaamericana #notaquatro #ficcao #literaturaestrangeira #book #bookstagram #leitora #lendo #leitura #dicadeleitura #adaptacaoliteraria

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Estamos bem – Nina LaCour.

Boa noite leitores,
Este #livro consegui em e-book depois de estar na minha lista de desejados e após ler indicação da a_bookaholic_girl (obrigada) o li. Uma #leitura sobre #luto, #transtornomental e #sexualidade. Temas pouco abordados e complexos. Com capítulos curtos, linguagem simples e muito #drama buscamos compreender a protagonista, conhecendo sua história e assimilando as descobertas. Desejei que houvesse maior profundidade, mas gostei.

Marin deixou tudo para trás. A casa de seu avô, o sol da Califórnia, o corpo de Mabel e o último verão agora são fantasmas que ela não quer revisitar. O retrato de uma história em que já não se reconhece mais. Ninguém nunca soube o motivo de sua partida. Nada se sabe sobre a verdade devastadora que destruiu sua vida. Agora, ela vive em um alojamento vazio e está sozinha no inverno de Nova York. Marin está à espera da visita de sua melhor amiga e do inevitável confronto com o passado. As palavras que nunca foram ditas finalmente se farão presentes para tirá-la das profundezas de sua solidão.

#estamosbem #ninalacour #plataforma21 #2017 #ficcaojuvenil #notaquatro #literaturaestrangeira #dicadelivros #leiturarapida #lendo #leitora #amoler #leiamulheres #lgbtq #ficcaonorteamericana

Beijos e até a próxima 📚🧡.