Livro: Estamos bem – Nina LaCour.

Boa noite leitores,
Este #livro consegui em e-book depois de estar na minha lista de desejados e após ler indicação da a_bookaholic_girl (obrigada) o li. Uma #leitura sobre #luto, #transtornomental e #sexualidade. Temas pouco abordados e complexos. Com capítulos curtos, linguagem simples e muito #drama buscamos compreender a protagonista, conhecendo sua história e assimilando as descobertas. Desejei que houvesse maior profundidade, mas gostei.

Marin deixou tudo para trás. A casa de seu avô, o sol da Califórnia, o corpo de Mabel e o último verão agora são fantasmas que ela não quer revisitar. O retrato de uma história em que já não se reconhece mais. Ninguém nunca soube o motivo de sua partida. Nada se sabe sobre a verdade devastadora que destruiu sua vida. Agora, ela vive em um alojamento vazio e está sozinha no inverno de Nova York. Marin está à espera da visita de sua melhor amiga e do inevitável confronto com o passado. As palavras que nunca foram ditas finalmente se farão presentes para tirá-la das profundezas de sua solidão.

#estamosbem #ninalacour #plataforma21 #2017 #ficcaojuvenil #notaquatro #literaturaestrangeira #dicadelivros #leiturarapida #lendo #leitora #amoler #leiamulheres #lgbtq #ficcaonorteamericana

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Nossa música – Dani Atkins.

Boa tarde leitores,
Para intercalar com #minhasleituras de não ficção, escolhi este #romance pra ler em #ebook buscando algo leve (mas, não, eu não sou leve, Regina), porém ele é bastante intenso. Ótimo para quem curte #drama, assim como eu.
Um #livro sobre perdão e amizade. Demorei um pouco para me conectar à história. E entender realmente. E aqui há um pequeno SPOILER. Pra mim, a personagem principal não era Ally. Era Charlotte. E a grande história de amor era a sua. E não o suposto contrário. O que me incomodou foi a narrativa através da rivalidade feminina, apresentando David como o perfeito, quando na verdade ele não conseguia deixar claro o que sentia. Foi o personagem de quem eu menos gostei. Joey também é retratado como salvador. Apesar disso, encantador. Ally, a mocinha. Charlotte, a quase vilã. Mas o meu olhar para a história foi outro. Charlotte só queria ser amada. Até por Ally também. Os personagens secundários também são harmoniosos. Jack, a única criança da história é apaixonante. Existe algum personagem de livro e filme com esse nome que não seja doce?
Passei toda a #leitura temerosa de que o final seria um. Não foi e achei perfeito.

Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam. Um drama familiar bem emocionante.

Deixem suas impressões, caso tenham lido. Vocês discordam?

#nossamusica #daniatkins #arqueiro
#2017 #ficcaoinglesa #notaquatro #leitora #lendo #literatura #dicaliterária

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Brasil: Uma biografia – Lilia Moritz e Heloísa Starling.

Bom dia leitores,
Uma análise concisa sobre os acontecimentos do país durante os anos 2012 a 2017 na #politica. O #livro consegue imparcialidade e clareza. Se naquele ano já era difícil prever o rumo do país e o crescimento anti-democrático, em 2020 só mostra que o fundo do poço não tem fim. #Ebookgratis

Neste #pós-escrito do monumental Brasil: uma biografia, Lilia Schwarcz e Heloisa lançam um olhar atualizado sobre os acontecimentos recentes e decisivos do país. A democracia posta em xeque, os desdobramentos das manifestações populares e o impeachment de Dilma Rousseff são alguns dos temas tratados pelas pesquisadoras, que mantêm o rigor na pesquisa e o texto fluente da obra lançada em 2015. Tanto continuidade dessa nova (e pouco convencional) biografia como análise independente do cenário brasileiro dos últimos anos, este é um convite para conhecer um país cuja história — marcada pelas falhas nos avanços sociais e pela violência — permanece em construção.

#brasilumabiografia #liliamoritz #heloisastarling #companhiadasletras #2018 #historia #notacinco #leitora #lendo #literaturanacional

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Na batalha contra o corona vírus, faltam líderes à humanidade – Yuval Noah Harari.

Boa tarde leitores,
Este #ensaio disponibilizado em #ebookgratis deveria ser lido por todas as pessoas, especialmente os chefes de governo do mundo.

“…A história indica que a proteção real vem da troca de informação científica confiável e da solidariedade global. Para derrotar uma epidemia, as pessoas precisam confiar nos especialistas, os cidadãos precisam confiar nos poderes públicos e os países precisam confiar uns nos outros.”

Neste brilhante artigo publicado pela revista Time, o autor best-seller de Sapiens e Homo Deus faz uma defesa da cooperação entre os povos e nações no combate às pandemias e a outros males. O historiador israelense Yuval Noah Harari argumenta neste #artigo que muitas pessoas culpam a #globalização pela #epidemia do coronavírus e afirmam que o único jeito de evitar novos surtos dessa natureza seria desglobalizar o mundo. Contudo, embora uma #quarentena temporária seja essencial para deter esses surtos de doença, o isolacionismo prolongado entre as nações conduzirá ao colapso econômico sem oferecer qualquer proteção real contra doenças infecciosas. Muito pelo contrário. O verdadeiro antídoto para epidemias não é a segregação, mas a #cooperação.

#nabatalhacontraocoronavirusfaltamlideresahumanidade #yuvalnoahharari #companhiadasletras #2020 #notacinco #politica #historia #filosofia #livro #lendo #leituradeumdia #atualidade

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: O amor como revolução – Pastor Henrique Vieira.

Boa noite leitores,
Mais um #livro lido em #ebookgratis e acho que me acostumei, finalmente, ao digital. Conheço a palavra do pastor desde o ano passado e sua amorosidade sempre me fez bem. Uma #leitura sobre Deus, os ensinamentos de Jesus, passagens da Bíblia, o perdão, o respeito, a tolerância, a solidariedade, justiça, minorias, diretos humanos, gratidão e sobre o amor de maneira ética e universal. Intercalado com sua história de vida. Uma obra para nos preencher a alma e renovar a esperança em tempos tão difíceis e cruéis.

“…tratar o amor como atitude. Sair do nível pessoal para chegar a um nível mais amplo e global. O desafio é retirar o amor de um lugar romântico, circunscrito à vivência de um casal. Pensem em como algumas palavras, de tão usadas, tornaram-se vazias de significado. “Amor” não pode ser uma delas. Percebo que há uma individualização do sentido do amor, geralmente visto como sentimento de afeição entre pessoas, nada além disso. Essa ideia do amor como um sentimento abstrato e relacionado unicamente à vivência de um casal pode criar alguns paradoxos. Se o amor fica circunscrito, pode conviver com as maiores atrocidades do mundo. Como mero sentimento, vazio de uma ética generosa, o amor pode coexistir com o racismo, o machismo, a lgbtfobia,* a violência, e por aí vai.”

Acredito que mais importante do que uma ideia, seja à ação. #recomendo

#oamorcomorevolução #pastorhenriquevieira #objetiva #2019 #religiao #notacinco #espiritualidade #fé #leitora #literaturabrasileira #lendo

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: O amanhã não está à venda – Ailton Krenak.

Boa tarde leitores,
Este #livro estava gratuito em e-book e o título me chamou a atenção. Um #ensaio curto sobre o período em que vivemos e as reflexões que podemos fazer através do olhar de um líder indígena. Uma crítica inteligente ao consumismo exacerbado e ao capitalismo que nos retira a humanidade e nos transforma em simples máquinas de produção. Me remete a um vídeo da Rita Von Hunty (canal @temperodrag) que aborda essas questões também.
Fácil e rápido de ler. Achei bastante interessante e #recomendo.

Há vários séculos que os povos indígenas do Brasil enfrentam bravamente ameaças que podem levá-los à aniquilação total e, diante de condições extremamente adversas, reinventam seu cotidiano e suas comunidades. Quando a pandemia da Covid-19 obriga o mundo a reconsiderar seu estilo de vida, o pensamento de Ailton Krenak emerge com lucidez e pertinência ainda mais impactantes. Em páginas de impressionante força e beleza, Krenak questiona a ideia de “volta à normalidade”, uma “normalidade” em que a humanidade quer se divorciar da natureza, devastar o planeta e cavar um fosso gigantesco de desigualdade entre povos e sociedades. Depois da terrível experiência pela qual o mundo está passando, será preciso trabalhar para que haja mudanças profundas e significativas no modo como vivemos. “Tem muita gente que suspendeu projetos e atividades. As pessoas acham que basta mudar o calendário. Quem está apenas adiando compromisso, como se tudo fosse voltar ao normal, está vivendo no passado […]. Temos de parar de ser convencidos. Não sabemos se estaremos vivos amanhã. Temos de parar de vender o amanhã.”

#oamanhãnãoestáavenda #ailtonkrenak
#companhiadasletras #2020 #naoficcao #notaquatro #lendo #leitora #dicadelivro #leituradeumdia #literaturabrasileira

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Passarinha – Kathryn Erskine.

Boa noite leitores,
Este #livro foi sugerido em um grupo de #leitura que participo há uns meses atrás. Por nunca ter ouvido falar, não tive interesse na época. E ele ficou na minha lista de e-books parados. Porém, no dia mundial da conscientização do #autismo, soube que a obra abordava o tema. E finalmente agora o li.
Uma história toCANTE (fazendo referência a Caitlin).
Caitlin, a protagonista, tem dez anos de idade e vemos a narrativa através dela. Ela acaba de perder Devon, seu único e mais velho irmão em um massacre ocorrido na escola dele (inspirado no massacre de 2007 na Virgínia, EUA). Sua mãe também é falecida, vítima de câncer. Ela e o pai tentam sobreviver à dor. Ela tem autismo, Síndrome de Asperger. O que torna a situação mais delicada. Vamos acompanhando seu dia-a-dia em casa e na escola. Na busca por um DESFECHO, ela cria soluções que tragam conforto a todos. A história faz paralelo com o livro e filme “O Sol é para todos”, o que é fantástico. Além disso, temos ensinamentos sobre sua deficiência, a importância da terapia, a aceitação, a busca por amor e amizades. E Michael, seu melhor amigo, também vítima da tragédia.
Li de forma rápida e fluída. Porém fica o aviso de se tratar de um livro triste, portanto é preciso cuidado ao ler, nessa época de pandemia. Contudo, ele é bom, forte e bonito (referência again).

#passarinha #kathrynerskine #valentina #2013 #ficcaoamericana #notacinco #literatura #leitora #lendo #dicadelivros

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Um carinho na alma – Bráulio Bessa.

Boa noite leitores,
Tenho na minha lista de desejados o #livro Poesia que transforma do autor e como o sigo no IG, assim que soube que esta outra obra estava disponível em ebook gratuito, já o baixei pra ler. E que bem me fez. Uma #leitura que você faz sorrindo, com os olhos, com a boca e com o coração. Já conhecia as poesias de #cordel dele e no livro seguem o mesmo padrão. Intercalando sua história de vida narrada junto com suas poesias sobre o cotidiano, li de forma rápida e leve. Outro ponto positivo são os desenhos apresentados simbolizando cada #poesia (Ilustrado pelo artista cearense André Nódoa).
Temas sobre infância, amor, família e também críticas sociais, recomendo muito. Delicado e esperançoso. O título faz jus ao que sentimos.

#umcarinhonaalma #brauliobessa #sextante #2019 #poesiabrasileira #notaquatro #literaturanacional #leitora #lendo #dicadelivros

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: A longa viagem a um pequeno planeta hostil – Becky Chambers.

Boa noite leitores,
Li este #livro em #ebook após ler alguns comentários muito positivos, mas sem saber o enredo. A capa chama bastante a atenção. Imaginei algo aventureiro. E de certa forma, é. Se o pudesse descrever em uma única palavra, seria singular. Bem diferente de tudo o que eu já li. #ficcaocientifica nível máximo.
Gostei bastante do início e do final do livro, mas confesso que algumas partes foram difíceis para me conectar a história. É um mundo novo, diferente, com regras e situações bem distintas. Porém ao analisar o todo, o livro trata de questões comuns e fundamentais. Como questões de gênero, raça, sexualidade e família.
Os personagens são carismáticos e profundos. Meu preferido foi o capitão, Ashby.

Um dos motivos do sucesso é a abordagem da história. Elementos essenciais em qualquer narrativa #scifi estão muito bem representados, como a precisão científica e suas possíveis implicações políticas. O gatilho principal é a construção de um túnel espacial que permitirá ao pequeno planeta do título participar de uma aliança galáctica. A tripulação da nave espacial, Andarilha, é composta por indivíduos de espécies, gêneros e planetas diferentes, incluindo um médico de gênero fluido, uma estagiária nascida nas colônias de Marte, uma piloto reptiliana, personagem com inteligência artificial, entre outros. Temas como amizade, força feminina, novos conceitos de família, poliamor e racismo fazem parte do universo da narrativa.

#alongaviagemaumpequenoplanetahostil #beckychambers #darksidebooks #2017 #ficcaonorteamericana #notaquatro #leitora #lendo #literatura

Beijos e até a próxima 📚🧡.

Livro: Sex and the city – Candace Bushnell.

Boa tarde leitores,
Esse #livro encontrei em um sebo por um preço camarada e fiquei feliz com a compra. Mas decepcionada com a #leitura. Apesar de ser fácil e rápido de ler, a narrativa é vazia e confusa.
O livro é um compilado de artigos publicados em jornal pela colunista e autora do livro. São inspirados na realidade dela, suas experiências e expectativas. O tema da coluna era O sexo e a cidade. No caso, Nova York.
Eu, como fã da série de tv, assisti todos os episódios de todas as temporadas e ainda assisti aos dois filmes, foi uma das minhas preferidas da adolescência, só consigo pensar em duas coisas:
Ou eu mudei muito nesse período (e sei que mudei, meus gostos mudaram), afinal são 15 anos passados ou a série era infinitamente superior ao livro (engraçada e dinâmica). E na realidade acho que é uma junção das duas coisas.
Todo o preconceito de gênero apresentado na escrita me incomodou bastante. Toda a futilidade, também. Personagens sem carisma, sem profundidade, além da distância narrativa entre as histórias do livro para a série. Valeu para sanar minha curiosidade, mas não gostei. Carrie, Miranda, Samantha e Charlotte da série eram mais queridas.

A série de TV Sex and the City, uma das mais ousadas e divertidas produzidas nos últimos anos, conquistou o público brasileiro com sua crônica bem- humorada da vida de quatro mulheres de trinta e poucos anos em Nova York. Carrie, Samantha, Miranda e Charlotte, nova-iorquinas solteiras e independentes que aproveitam as festas da cidade, clubes noturnos, restaurantes, artigos de luxo, amigos inteligentes e homens bonitos e muito interessantes. São histórias hilariantes e espirituosas que retratam a mulher contemporânea, seus desejos e seus relacionamentos confusos. Em 2008, quatro anos depois do episódio final da série de sucesso e mantendo o elenco original, Sex and the City foi adaptada para o cinema por Michael Patrick King, co-criador do seriado.

#sexandthecity #candacebushnell #bestbolso #2008 #relacionamento #notatres #leitora #lendo #literaturaamericana

Beijos e até a próxima 📚🧡.