Livro Como começou a guerra fria – Amy Knight.

Boa noite leitores,

Quem me acompanha já sabe o quanto sou fascinada por história, tanto brasileira quanto internacional porque entendo que para compreendermos o presente, é importante conhecer o passado.

Esse #livro chamou a minha atenção na biblioteca pois #guerrafria era um tema que eu pouco entendia.

Porém, para minha decepção, a história gira em torno da deserção de Igor Gouzenko, um espião russo que trabalhou no Canadá na época do fim da #segundaguerramundial.

Com muitos detalhes técnicos, depoimentos e informações sobre suas declarações, o livro ficou pouco fluído e interessante. Apenas nas páginas finais, temos de fato uma visão mais ampla de como foi o período.

Ainda sim, o livro traz temas importantes, como o macarthysmo, que após terminar a #leitura fui pesquisar mais na internet e principalmente, sobre como o medo do comunismo fez com que órgãos dos Estados unidos, Inglaterra e Canadá feriram liberdades individuais e civis.

Como o ódio a um regime político, o da União Soviética, tornou a justiça desses países paranóicos e irresponsáveis, destruindo reputações de pessoas que não cometeram crime algum.

Aborda ainda #relacoesinternacionais, #bombaatomica, #terrorismo, #democracia, entre outros.

Explora também sobre a KGB, polícia secreta russa, que pra mim, que sou fã da série americana, #theamericans é relevante.

“Quem quer que lute contra monstros deve tomar cuidado para não se tornar um monstro” Nietzsche.

A leitura é aproveitável também por nos fazer refletir sobre os conceitos de traição, lealdade, patriotismo e espionagem.

Existem dois vídeos no YouTube, para quem quiser entender a guerra fria, a corrida armamentista e espacial pós 1944:
Canal Débora Aladim

e Canal Nostalgia

São ótimos.

#comocomecouaguerrafria #igorgouzenko #amyknight #record #2008 #politicainternacional #notatres #howthecoldwarbegan #leitora #literatura

Beijos e até a próxima 📚.

Anúncios

Livro A insustentável leveza do ser – Milan Kundera.

Boa tarde leitores,

E com este #livro eu alcanço minha #metadeleitura do ano. 90 livros lidos.

Li por indicação. Achei intenso e bastante questionador. O narrador interage com o leitor. Através do romance de quatro personagens reais e falhos.

Temos abordagem do período #comunista, da #religião cristã, da #filosofia e da #psicanalise mesclado ao enredo da vida dos protagonistas. E claro, os temas centrais de #amor e #sexualidade.

O texto é bem fluído e envolvente. Complexo, porém didático. Ideologia x realidade.
Com a profundidade dos temas o leitor se vê atento para não perder a amplitude de pensamentos possíveis.

Um livro em que o desenvolvimento dos enredos erótico-amorosos se conjuga com extrema felicidade à descrição de um tempo histórico politicamente opressivo e à reflexão sobre a existência humana como um enigma que resiste à decifração – o que lhe dá um interesse sempre renovado. Quatro personagens protagonizam essa história – Tereza e Tomas, Sabina e Franz. Por força de suas escolhas ou por interferência do acaso, cada um deles experimenta, à sua maneira, o peso insustentável que baliza a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

#ainsustentavellevezadoser #milankundera #novafronteira #1983 #romancetcheco #notaquatro #leitora #literaturaestrangeira #dicadelivros #leitura

Beijos e até a próxima 📚.

Livro Admirável mundo novo – Aldous Huxley.

Boa noite leitores,

Uma #distopia, um #classico, ótimas reflexões, porém uma leitura cansativa e pouco fluída pela riqueza de detalhes fantasiosos. Onde a verdade e a beleza foram substituídas por felicidade e conforto. Nada que promova pensamentos críticos sobreviveram, como os livros e as artes. Um mundo vazio e sem liberdade. Os indivíduos não são únicos, são produzidos por escala. As máquinas dominaram o mundo. Embora fictício, em alguns momentos fica claro a semelhança com nossa sociedade atual.

Ano 634 d.F. (depois de Ford). O Estado científico totalitário zela por todos. Nascidos de proveta, os seres humanos (pré-condicionados) têm comportamentos (pré-estabelecidos) e ocupam lugares (pré-determinados) na sociedade: os alfa no topo da pirâmide, os ípsilons na base. A droga soma é universalmente distribuída em doses convenientes para os usuários. Família, monogamia, privacidade e pensamento criativo constituem crime.

Os conceitos de “pai” e “mãe” são meramente históricos. Relacionamentos emocionais intensos ou prolongados são proibidos e considerados anormais. A promiscuidade é moralmente obrigatória e a higiene, um valor supremo. Não existe paixão e nem religião. Mas Bernard Marx tem uma infelicidade doentia: acalentando um desejo não natural por solidão, não vendo mais graça nos prazeres infinitos da promiscuidade compulsória, Bernard quer se libertar. Uma visita a um dos poucos remanescentes da Reserva Selvagem, onde a vida antiga, imperfeita, subsiste, pode ser um caminho para curá-lo. Extraordinariamente profético, “Admirável mundo novo” é um dos livros mais influentes do século 20.

#admiravelmundonovo #aldoushuxley #circulodolivro #globo #edicao #1982 #notatres #literaturaestrangeira #leitora #leitura #livros

Beijos e até a próxima 📚.

Livro Ensaio sobre a cegueira – José Saramago.

Boa noite, leitores,

Uma #distopia crua e intensa, sobre uma cegueira coletiva que diferente do padrão de escurecimento, é o embranquecimento total e inesperadamente afeta pessoas por contágio no ar e que são enviadas a um antigo manicômio para tentar estancar a epidemia.

Somente uma mulher não é infectada e presencia o horror social.
Nenhum personagem tem nome próprio, são identificados com características pessoais e não há separação de diálogo.
O narrador é questionador e em terceira pessoa cumpre bem o papel de detalhar os acontecimentos de forma intensa e realista.

O #autor pretende com a #obra nos fazer enxergar coisas que mesmo vendo, não entendemos. Refletir sobre o ser humano, sobre nosso egoísmo, nosso lado irracional e animal.

No decorrer do texto é fácil perceber a perda de identidade, a tentativa de sobrevivência acima de questões éticas e morais. A cegueira vai além dos olhos. É uma cegueira social que já existe na sociedade.

“Penso que não cegamos, penso que estamos cegos, cegos que vêem, cegos que, vendo, não vêem”. Pág 310.

O #livro foi #adaptado para o #cinema, de mesmo nome, eu já tinha assistido há anos e achado bastante forte. O livro é bem superior. Não é uma leitura fácil. Mas trata-se de um clássico, daqueles que não nos esqueceremos. Eu deveria ter lido enquanto estudante, mas antes tarde do que nunca.

Existe uma obra posterior intitulada Ensaio sobre a lucidez que com certeza lerei.

Reflexões sobre o que faríamos se ninguém estivesse olhando ou fosse saber. O quanto a vaidade e os costumes torna-se irrelevantes. Sentir-se sozinho e desamparado. Sem confiança em si e nos outros. A desesperança com o futuro. O quanto tudo perde sentido. Bem materiais, profissão, estudo e também o conhecimento. Trágico.

#ensaiosobreacegueira #josesaramago
#companhiadasletras #1995 #romanceportugues #notaquatro #nobel #ficcao #literaturaestrangeira #leitora

Livro O ódio que você semeia – Angie Thomas.

Boa tarde, leitores.

Transformador. Catártico. Poderoso. Real. Cruel. Dramático.

Esse é um daqueles #livros que de tão incrível e potente fica difícil escrever sobre. Difícil porque não estou a sua altura. Difícil porque sou branca e privilegiada. Difícil porque estamos em um momento político que incita a violência e a opressão. E não quero que esta obra seja diminuída.

Esse livro deveria poder ser lido por todas as pessoas. Principalmente pelas que não sofrem preconceito. Para gerar empatia e humanidade. Para quem estuda sobre igualdade social, consciência de classe e preconceito racial este livro é um soco no estômago.

E terá adaptação cinematográfica estreando aqui no Brasil em Dezembro. Já vi o trailer do filme de mesmo nome da obra e fiquei arrepiada e ansiosa para assistir.

Conta a história de Starr, uma adolescente de 16 anos, negra, moradora do gueto dos EUA, que presencia o abuso policial e o assassinato de seu amigo Khalil por causa de uma escova de cabelo. É trágico porque há duas semanas um homem negro foi morto aqui no Brasil por portar um guarda chuva.

Mas o livro vai muito além. Traz muitos ensinamentos e esclarecimentos. Como Tupac dizia “o ódio que você passa pras criancinhas fode com todo mundo” #thuglife e fica bastante fácil entender o porquê.

A sociedade discrimina desde a infância a população negra e pobre, consequência da escravatura e do racismo, não fornecendo educação, saúde, moradia e emprego digno e espera que desapareçam. Quando o ódio destinado a população negra se volta contra a sociedade, esta finge não entender. Ou comemora o assassinato dessas pessoas.

É latente como a autora através da narrativa e história nos abre ainda mais os olhos, nos tornando conscientes.

Como as vítimas de homicídio quando jovens, negras e periféricas, não têm justiça. A vítima se transforma em culpado. Bem semelhante a quando uma mulher é vítima de agressão física ou sexual. E a importância e a necessidade de uso de nossas vozes e forças para mudar a realidade.

#thehateugive #oodioquevocesemeia #angiethomas #galerarecord #2018 #ficçaojuvenilamericana #notacinco #favorito #leitora #leitura #literaturaestrangeira #dicadelivros #book

Recomendo muito!

Beijos e até a próxima 📚.

Livro Sorrisos Quebrados – Sofia Silva.

Boa tarde, leitores.

Quis ler este livro por indicação de algumas pessoas. Sabia que se tratava de uma história dramática.

Paola, a protagonista, foi vítima de abusos físicos e emocionais pelo companheiro. Houve perda de autoestima, de esperança, de amor. Um relacionamento que lhe deixou marcas psicológicas e físicas. Quase morreu.

E ao longo da narrativa, há o seu renascimento, através da amizade, da pintura e do amor.

André, também quebrado emocionalmente, vive em função da filha Sol.

E são esses três personagens que compõem a obra. Se redescobrindo e se curando das dores passadas.

Boa fluidez do texto, bons diálogos, boa composição da profundidade dos personagens.

Há momentos eróticos e sensuais. O que não costuma ser meu tipo de leitura, mas a autora conseguiu que eu adorasse até mesmo as descrições sexuais do livro.

#sorrisosquebrados #sofiasilva #valentina #2017 #ficcaoportuguesa #notaquatro #romance #drama #recomeco #relacionamentoabusivo #dicadeleitura #livros #literaturaestrangeira #leitora #recomendo

Livro Anexos – Rainbow Rowell.

Boa noite, leitores.

Minha terceira #leitura dessa autora e mais uma vez eu adorei. Eleanor & Parker me encantou, enquanto Fan Girl não gostei tanto assim.

Este terceiro é um #romance engraçado e bem humorado com pitadas de drama, envolvendo e-mails trocados pelas personagens Beth e Jennifer e o protagonista, Lincoln, responsável por interceptar as conversas de funcionários da empresa, descobre-se envolvido pela história delas.

Mesmo em terceira pessoa, a narrativa foi bastante fluída e com eventos inesperados.

Uma história fofa. Fugindo dos clichês comuns do gênero. E introduzindo elementos importantes, como auto-estima, ética e invasão de privacidade.

#anexos #rainbowrowell #novoseculo #2014 #ficcaonorteamericana #notacinco #literaturaestrangeira #book #dicadelivros #leitora #attachments

Livro Amor e gelato – Jenna Evans Welch.

Boa tarde, leitores.

Uma #leitura descontraída. Uma história fofinha. New young.

Lina, uma adolescente, após a morte da mãe, parte para a Itália para viver com o provável pai, que ela desconhece.

Lá, começa a ler o diário da mãe e conhecer a história de sua origem, ainda que com alguns desencontros.

Turista pela cidade, aprende o idioma, faz amigo e cria vínculos emocionais.

Adoro a língua italiana, acho linda. Mas o livro contém muitos diálogos e a narrativa não aprofunda nos personagens.

Eu entendia as verdades muito antes da protagonista, o que me desanimou um pouco. Bastante óbvio.

#amoregelato #jennaevanswelch #intrinseca #2017 #ficcao #juvenil #americana #notatres #livros #book #loveandgelato #literaturaestrangeira #leitora

Livro O segundo sexo – Simone Beauvoir.

Boa noite, leitores.

Surradinho, mas eu precisava ler a preciosidade.

A autora explica de forma didática como o machismo se tornou um fato e todos os mitos que envolvem as mulheres desde o início dos tempos, incia feminilidade imposta.

Retrata o desprezo e ignorância com que muitos autores tratavam nossa existência.

Não é uma #leitura prazerosa, nem muito fácil. Mas bastante elucidativa.

#osegundosexo #simonedebeauvoir #novafronteira #1980 #edicao #feminismo #notatres #mulheres #direitos #dicadelivros #literatura #estrangeira #book #leitora

Livro O silêncio das montanhas – Khaled Hosseini.

Boa tarde, leitores.

Está foi minha terceira obra do autor e cada vez fico mais encantada com a sutileza, delicadeza e emoção que ele impõe as suas obras. Sou fã.

Nesse livro temos a história de vida de dois irmãos, Abdullah e Pari, separados na infância e suas trajetórias de 1952 até 2012 abrangendo diversos personagens profundos que concretizam essa narrativa misturadas entre si. Fascinante. Dramático.

A escrita envolvente é uma marca de Khaled.

#osilenciodasmontanhas #khaledhosseini #globo #2013 #ficcaonorteamericana #notacinco #favorito #familia #Afeganistão #cultura #leitora #dicadelivros #andthemontainsechoed #literatura #estrangeira #leitura #book